quinta-feira, dezembro 20, 2007

Cimeira na tal Tenda

Estão três Reis Magos à conversa.

Pedro – Epa… Tanta luz ali à frente.
Ricardo – Fujam! Deve ser a bófia!
Pedro – Calma, calma (franzindo os olhos para tentar ver melhor). São estrelas. Uma, duas, três… (faz a contagem, apontando com o dedo) Doze estrelas! Vamos ver mais de perto.
Ricardo – ‘Bora! Robert, vens?
Robert – Ok, eu vou, mas aviso já que não falo!

Montados nos seus camelos, três reis atravessaram o longo deserto da margem sul, desafiando o sol ardente, a sede e inúmeros outros perigos para chegarem a Belém. O charmoso Pedro Santana Lopes, o africano Robert Mugabe e o cigano Ricardo Quaresma haviam visto doze estrelas brilhando no céu e, guiados por elas, iriam saudar o nascimento daquele que, segundo a profecia, seria o Rei dos Reis. Emocionados, cada um se ajoelha e oferece um presente.

Ricardo saudou o menino com ouro.
Após ter passado a minha infância a trabalhar na Feira de Carcavelos, trouxe o que de melhor arranjei. Não sei se gostas de brincos e de anéis, mas é o que tenho. Se quiseres mais, podemos negociar.

Robert trouxe incenso.
Entrego-te incenso, utilizado para louvar os deuses e encarado como um símbolo da realeza. No meu país todas as pessoas são tratadas como verdadeiros reis, possuindo o direito de voto. Só os animais e os brancos é que não.

Pedro ofereceu mirra, uma resina usada para perfumar e embalsamar.
Estava para te trazer uns frascos de gel e brilhantina, mas decidi-me pela mirra, que também dá um cheirinho agradável para quando saíres à noite.

Menino – Porreiro, pah! Gostei muito das vossas amáveis oferendas. Estou muito satisfeito. A tenda está com um bom clima, tem um bom espírito, o espírito de Lisboa! Estejam à vontade. Puxem a vós um fardo de palha e façam como se estivessem em vossa casa.

Maria – Não me sujem é os cortinados! Andei eu aqui a lavar o estábulo para o meu menino nascer, e isto já está tudo a ficar laranja. Deve ser da luz…

José – Não digas isso, Maria. Se não fossem as laranjas, eu não estava aqui nesta tenda tão quentinha.

Maria – Lá isso é verdade. Bem, façamos um brinde protocolar ao nosso anjinho e vamos a despachar que tenho de ir para Belém.

Ricardo – Espera lá, mas nós não estamos em Belém? Não foi aqui que o menino nasceu?

Mal Ricardo termina a sua frase, entra na tenda um homem, coberto por uma túnica branca longa e um chapéu esquisito na cabeça.
Boa noite meus senhores! Qual Belém qual quê… Estamos em S. Julião da Barra, o melhor local para passar uns dias de férias.

Burro – Desculpem lá incomodar. Mas vocês é que se enganam no caminho e o burro sou eu? O burro sou eu?

De repente, ouve-se um estrondo à entrada da tenda. Dezenas de homens armados entram na tenda, vasculham ao mais ínfimo pormenor todos os objectos da sala e algemam todos os presentes.
Vamos lá ver o que temos aqui… Uma lareira sem protecção, um burro falante, uma vaca que escreve livros, mirra (cheira com perspicácia) fora da validade, incenso (leva um bocadinho à língua) que não cumpre com as normas da União Europeia, e ouro (observa com atenção) falsificado. Vai tudo dentro!

André Pereira

domingo, outubro 28, 2007

Sick Dez, Oras?

Maddie é a convidada do “Sick dez, oras?” desta semana. A menina encontra-se no estúdio, sentada de frente para a apresentadora Nossa Senhora de Fátima.

Nossa Senhora de Fátima - Boa noite, eu sou a Nossa Senhora de Fátima, e este é o “Sick dez, oras?”. Hoje, temos connosco o quarto pastorinho. Sei que vocês só conhecem três, mas eu vi lá mais um. Só que andou desaparecido durante estes anos todos. Deixemo-nos de conversa. Caros telespectadores, comigo tenho Maddie McCann. Boa noite Maddie. (olhando para os lados) Maddie? Maddie? Onde estás?
Maddie - Posso sair agora, mãe? (olhando para os bastidores)

NSF - Estás aí, sua marota! O que estavas a fazer debaixo da mesa? Ai a menina… Maddie, bem-vinda ao meu programa. Está à vontade, se precisares de alguma coisa… Um copo de água, uma cerveja…
Maddie -
Queria um chazinho, se for possível.

NSF - (gritando para os bastidores) Sai um chá de camomila e um copo de água benta, com gás! (virando-se novamente para Maddie) Já não te via há muito tempo. Desde aquele dia de festa, na praia, com música ao vivo… O sol até dançou… Bons tempos…
Maddie - Sim, estava-se muito bem na praia. Mas depois a senhora apareceu, com aquela luz forte que me feriu os olhos…

NSF - Sim, eu lembro-me. Sabes, a minha 4L estava com um problema nos máximos… Então, e onde te escondeste, que eu nunca mais te pus os olhos em cima?
Maddie - Eu estava a brincar na areia com os meus irmãos, mas depois fui embora. Eles não sabem brincar!

NSF - Mas os teus irmãos ainda eram muito pequeninos. Ainda não sabiam falar, pois não?
Maddie
- Não sabiam?! O Francisco e a Jacinta falavam muito bem. Já a Lúcia era mais dedicada a inventar histórias. Tinha uma grande imaginação, a rapariga…

NSF - Sim, de facto… Mas, Maddie, nos últimos tempos tens sido notícia de abertura dos telejornais, capa das mais diversas revistas. Tens estado no primeiro plano na Comunicação Social. Como encaras todo este mediatismo à tua volta?
Maddie
- Sabe, eu fui sempre bem tratada por todos os locais onde estive. Desde o dia em que desapareci que tenho andado a dar a volta ao mundo. Precisava de espaço para mim, para as minhas coisas…

NSF - Compreendo, eu já não compro uma roupinha para mim há muito tempo. Ultimamente, tenho ido jogar umas partidas de futebol, para ver se faço exercício.
Maddie - Ah sim?

NSF - Sim, sim. Já joguei contra uns dragões, também já fui a Belém. Há quem diga que foi a segunda vez que dei (à) luz em Belém. (ri-se e olha para Maddie, mas esta não entende a piada) Fui lá jogar com o Bento.
Maddie - O seu empregado?

NSF - Não, não… Aquele do cabelo à tigela.
Maddie
- Ah, ok ok.

NSF - (olhando para o relógio) Parece que estamos a chegar ao fim da nossa entrevista. No entanto, não gostaria de terminar sem antes lhe oferecer este ramo de flores.

Ao ver as flores, Maddie entra em pânico e começa a chorar.

NSF - Maddie? Maddie? O que foi?
Maddie
- Flores? Já me chega o inspector… (corre para fora do estúdio gritando) Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaooooooo!

Nossa Senhora de Fátima encontra-se sentada no gabinete do produtor do programa “Sick dez, oras?”

Produtor - Então, aqui está o combinado. Oitenta milhões. (diz lentamente enquanto escreve no cheque)
NSF - Muito obrigada! Estava mesmo a precisar de fazer umas obras lá em casa.

André Pereira

sábado, outubro 20, 2007

Santana, o Regresso

Abram alas para o Santana…
…com o seu sorriso amarelo, após ter sido interrompido pela chegada de José Mourinho a Portugal. Santana Lopes regressa, assim, ao Parlamento, mas desta vez com uma diferença, foi eleito.

Selecção obtém vitórias importantes rumo ao Europeu de 2008
As principais ausências foram as do treinador Luiz Felipe Scolari e do jogador Nuno Gomes. Ambos jogaram onde costumam dar maior contributo às suas equipas: na bancada.

Quaresma com protecção extra
Nos jogos frente ao Azerbaijão e ao Cazaquistão, Ricardo Quaresma foi um importante elemento da equipa das quinas. No entanto, a comitiva portuguesa teve de reforçar as medidas de segurança à volta do “Harry Potter português”. Não por este querer fazer desaparecer alguém, mas sim porque não contava com o seu guarda-costas pessoal Luiz Felipe Scolari. Mesmo assim, Quaresma ainda conseguiu fugir, pelos seus próprios meios, das tentativas de roubo a que esteve sujeito, tendo tempo, ainda, para dar um brinde ao recém-chegado Ariza Makukula.

Cardozo vale 20 golos por época
Por falar em avançados goleadores, Óscar Cardozo disse num jornal desportivo que valia 20 golos por época. “É só conseguir mexer as pernas, depois os braços, abrir os olhos, aprender a dar uns chutos na bola, coordenar os movimentos, largar o soro, e depois vão ver”, afirmou o paraguaio.

José Rodrigues dos Santos sofre interferências
O pivot do Telejornal afirma que a direcção da RTP sofreu pressões por parte do Governo. Após longa conversa, o Zé contou como teve conhecimento destas pressões governamentais: “O tempo estava bom, mas, de um momento para o outro, senti as minhas orelhas a abanar tanto, mas tanto, que só poderiam ser altas pressões. Fiquei a saber que eram pressões do Governo porque me disseram: “Oh Zé, tens as orelhas rosadas, pah!” E eu, pronto, desconfiei.”

André Pereira

sexta-feira, outubro 12, 2007

Fátima, SAD (Sociedade Anónima de Deus)

Estas duas últimas semanas foram ricas em acontecimentos de elevado nível jornalístico. Falamos, por exemplo, da chegada de José Mourinho a Portugal. O treinador português trazia vestido umas calças de ganga da Levi’s, umas All Star azuis com os atacadores atados em nó cego e uma t-shirt branca de tamanho M da Lacoste. O perfume era da Channel e a barba teria sido feita há dois… não, desculpem, três dias. Ah, e parece que houve eleições no PSD, e que também se ficou a saber os galardoados com o prémio Nobel.

Res publica
No passado dia 5 de Outubro festejou-se a implantação da República. Se, por um lado, José Sócrates, Cavaco Silva e Mário Soares teceram elogios à democracia, por outro, há ainda quem condene esta ideologia. Numa reunião no Reichstag, estiveram presentes Bush, Hugo Chávez, o Rei Juan Carlos e Alberto João Jardim.

Só 80 milhões?
O Bispo de Leiria-Fátima fez mais uma contratação para o seu plantel. Desta vez, não se trata nem de um padre nem de uma freira para alargar a frente de ataque da sua equipa, mas sim de um novo local para realização dos jogos. 80 milhões é o número em cima da mesa. Aliás, a Igreja Católica desde há longos anos que está habituada a lidar com milhões. Alguns exemplos, para reavivar a memória: 9 milhões mortos sob a égide da Inquisição, 7 milhões de judeus mortos nos campos de concentração, com o conhecimento da Igreja Católica, etc, etc, etc. (para mais exemplos, favor abrir os olhos).

Danças com Loucos
Amanhã comemora-se o dia 13 de Outubro. Para as pessoas é um dia normal, para os outros é um dia em que se festeja a aparição da Nossa Senhora de Fátima aos três pastorinhos. Foi no dia 13 de Outubro de 1930 que o Bispo de Leiria tornou público, oficialmente, as aparições de Fátima. Segundo rumores, consta que o sol havia bailado um tango, seguido de um cha-cha-cha e uma salsa. Foram longos os dias de treino, até porque na altura as condições eram mínimas. Os ensaios foram coordenados por Marco di Camilis, que ensinou o sol e a Virgem a mexerem bem a anca. Consta que a Nossa Senhora nunca a tinha mexido…

O Orçamento do PSD
Luís Filipe Menezes é o novo líder do PSD. Desta forma, poderemos apreciar uma forte oposição ao governo socialista, com Menezes e Santana Lopes no mesmo barco. Bem… Santana Lopes? Desculpem, retiro o que disse. Aliás, parafraseando os nossos ilustres comentadores de futebol, reconheço que estas eleições resultaram numa “troca por troca”. José Sócrates já reagiu a estas eleições e disse que já esperava este desfecho: “Meus amigos, o Orçamento de Estado de 2008 vai apoiar a natalidade e os mais jovens. Foi por isso que o Marques Mendes saiu do PSD. Porque no PSD não há esse apoio!”

André Pereira

sexta-feira, setembro 28, 2007

Água Benta Cup

Hoje, o Diário de Fictícias tem a honra de entrevistar uma personalidade única no panorama político português. Dispensa qualquer tipo de apresentações. Falamos, pois claro, de Pedro Santana Lopes.

Diário de Fictícias – Boa noite, senhor ex-primeiro-ministro, como está?
Santana Lopes –
Muito boa noite! Eu estou muito chateado porque ontem estava a dar uma entrevista num canal concorrente e fui injustamente interrompido com a chegada do José Mourinho ao aeroporto de Lisboa. Fui à entrevista com bastante sacrifício, até porque gastei toneladas de gel, e trocam-me por um treinador de futebol. O que é que ele tem a mais que eu?

DF – Senhor Santana, ele eleva o nome do país, é um dos nossos baluartes no estrangeiro, já ganhou tudo o que poderia ganhar na sua profissão, é amado por todos, tem carisma, é um líder nato, é um comandante de homens…
Santana Lopes –
Tirando isso, o que fez ele de especial que eu já não tenha feito? Isto é que me chateia. Qualquer dia temos o Marques Mendes e o Luís Filipe Menezes a discutir a liderança do PSD, não?

DF – Peço desculpa, mas isso já acontece. Aliás, é para discutir esse assunto que cá estamos.
Santana Lopes –
Sim, claro. Então é o seguinte. Quanto a mim, esta corrida à liderança do PSD tem…

DF – Desculpe a interrupção, mas há uma notícia de última hora e temos de passar a emissão para o nosso correspondente em Fátima. Boa noite, correspondente Gabriel. Tu, que estás habituado a milagres, diz-nos o que se está a passar.
Gabriel –
Boa noite a todos! O Papa acaba de sofrer um atentado. Ao que tudo indica, o Sumo Pontífice deslocou-se a Fátima para ajudar na construção do novo Santuário e, numa noite que parecia calma, quatro tiros à queima-roupa atingiram Sua Santidade. O seu guarda-costas pessoal ainda ripostou com dois tiros, mas foram em vão. No final deste confronto, o guarda-costas assumiu a culpa e até se mostrou envergonhado pelo sucedido.

DF – Inacreditável! Está a ser uma noite negra para os fiéis, presumo…
Gabriel –
Sim, bastante. No entanto, na Amadora tudo foi muito mais negro. Pelo menos para Camacho, que viu a sua equipa com poucas ganas. Não fosse uma ajuda “divina” e tudo teria sido pior.

DF – Acredito, acredito… Após todos estes incidentes, há já alguma consequência prática?
Gabriel –
Sim, houve mudança de nome da taça em disputa. Já não será mais “Carlsberg Cup” mas sim “Água Benta Cup”.

DF – Muito obrigado, retomemos a nossa entrevista. Senhor Santana Lopes, o que estava a dizer?... Santana?... Cucu?... Ops… a laranja deve ter caído.

André Pereira
O Despertar

quarta-feira, setembro 26, 2007

Milagres e Nesperados

Esta semana foi marcada por vários confrontos que opuseram as mais diversas personalidades da nossa sociedade.

Ronaldo vs Sporting

O Sporting defrontou esta semana o Manchester United. Até aqui tudo normal, não fosse o facto de o jogo ser para a Liga dos Campeões, competição desconhecida até à data pela equipa lisboeta. Como seria de esperar, os Diabos Vermelhos levaram a melhor, e logo com um golo de Ronaldo. Ao festejar o golo, o ex-jogador do Sporting olhou para o público e juntou as mãos, parecendo pedir desculpas aos adeptos sportinguistas. No final do jogo, Ronaldo explicou o significado do seu festejo: “Não pedi desculpa a ninguém. Eu apenas juntei as mãos porque ver o Sporting na Liga dos Campeões é um autêntico milagre. Senti-me como a Irmã Lúcia quando viu a Nossa Senhora”.

Marques Mendes vs Luís Filipe Menezes

A SIC Notícias serviu de palco ao debate laranja que opôs o actual líder do Partido Social-Democrata ao seu mais directo candidato Luís Filipe Menezes. A discussão, que se esperava acesa, tão-pouco chegou a ligar o interruptor. Críticas foram disparadas, mas o gatilho já está demasiado gasto para fazer qualquer mossa. Os laranjinhas ainda se assemelham a simples nêsperas.

José Mourinho vs Roman Abramovich

Após três anos a oferecer títulos ao Chelsea, José Mourinho abandona o comando da equipa londrina. Na origem desta saída estão divergências entre o treinador português e o presidente do clube, Roman Abramovich. Os adeptos dos blues é que não ficaram nada satisfeito com esta “decisão” do multimilionário russo, chegando mesmo a entoar gritos de revolta junto a Stamford Bridge. Por seu lado, José Mourinho entende que foi tudo uma manobra premeditada para ser afastado do cargo. Até já pediu uma audiência com o Papa demonstrando o afecto que tem para com os seus súbditos. Em jeito de nota final, parece que o treinador português conseguiu chegar ao Sumo Pontífice através do primeiro-ministro Gordon Brown, seu amigo de infância. Já agora, “Gordon” de dinheiro é como Mourinho ficou com esta história toda.

Ciganitos d’Ouro vs Beatles

Foi no Estádio do Dragão que se realizou o primeiro jogo do FC Porto na Liga dos Campeões deste ano. Os Ciganitos d’Ouro, encabeçados por Ricardo Quaresma, defrontaram os lendários Beatles. O patriarca azul e branco ainda soltou umas notas da sua guitarra, mas os meninos de Liverpool anularam a cantoria. No entanto, Jesualdo Ferreira defendeu a sua banda, prometendo não lavar os dentes nos próximos dias.

André Pereira
O Despertar

segunda-feira, setembro 17, 2007

Grande Socolari

Esta semana, o Diário de Fictícias optou por fazer uma entrevista ao seleccionador nacional Luís Felipe Scolari, uma das personalidades mais mediáticas do nosso país. No entanto, e tendo em conta os últimos incidentes desta semana, achámos melhor pedir ao jogador de rugby Juan Severino para assumir as funções de jornalista.

Juan Severino – Boa tarde, senhor Scolari. Gostava de lhe colocar algumas questões…
Scolari –
Boa tarde, pô! Você nem me diga nada…

Juan Severino – Então porquê? Ainda está nervoso devido ao jogo com a Sérvia?
Scolari –
Nervoso? Quem, eu? Você não me diga isso que eu dou-lhe já um soco! Nervoso? Essa é boa…

Juan Severino – Tal como fez ao Dragutinovic?
Scolari –
Eu não bati no cara…

Juan Severino – Bateu-lhe na cara?
Scolari –
Não, o que eu disse foi que eu não bati no cara! Mas ele merecia. Ainda para mais um dragão… Pelo nome, só pode ser, né?

Juan Severino – Não, por acaso, o único jogador sérvio que joga no FC Porto é o Stepanov, e estava no banco de suplentes.
Scolari –
Pensei que houvesse mais… Como a Sérvia é uma zona de conflito, era natural que fosse lá o centro de estágio portista.

Juan Severino – Parece que a sua máxima de “mata ou morre” era mesmo para levar a sério. Mas olhe que o Dragutinovic é jogador do Sevilha. O Scolari, se lhe tivesse acertado em cheio, ainda provocava mais uma baixa na defesa da equipa espanhola… Já agora, acho que tem de despedir o treinador de guarda-redes…
Scolari –
Por que diz isso? O Ricardo não é frangueiro… é apenas distraído. Mas é o melhor guarda-redes do mundo!

Juan Severino – Sim, o Ricardo dava um bom jogador, mas de rugby. Para meter a bola entre os postes não há como ele. Mas eu referia-me ao Brassard. Já viu? Ele foi tentar impedir que a sua mão acertasse no jogador sérvio, mas parece que lhe escapou…
Scolari –
Já disse que não lhe acertei. Eu estava a defender o Quaresma. Como a família dele não conseguiu entrar no campo, eu assumi esse papel. Mas você também agrediu um escocês no mundial de rugby!

Juan Severino – Bem… quer dizer… sim, eu admito. Mas vou-lhe ser sincero: eu sou um dos cerca de 11 milhões de portugueses (só em Portugal) que acha que o Nuno Gomes é um excelente jogador! Até o costumo chamar de Nulo Gomes, tanta é admiração que sinto por ele. E o que se passou foi que confundi um jogador escocês com o menino do Benfica. Não pela estrutura física, mas sim pela saia que vestia…

PS – No final do jogo, o treinador do Sporting Paulo Bento, que assistiu ao jogo no seu cabeleireiro privado, teceu alguns comentários em relação à atitude do treinador portug… brasileiro: “Em caso de dúvida, o senhor Scolari só tinha de afastar o perigo da sua área. Há três semanas, foi a mão do Stojkovic. Desta vez, foi a de Scolari.”

sexta-feira, setembro 07, 2007

Estrelas, uvas e milho

Bem-vindos a mais um Fic Notícias!

George W. Bush visita Iraque

O presidente norte-americano aterrou de surpresa no Iraque, de modo a encorajar as tropas que combatem… que combatem… que combatem… os terroristas! Ao abrir a porta do Air Force One, o Ranger do Texas disse: “É um prazer visitar este país. Acho que vou comprar aqui uma área para vir passar férias, até porque, mais uns meses, e a nossa bandeira terá 51 estrelas”.

Uva carrega Portugal

A Selecção Nacional de Rugby já está em França para disputar o Mundial da modalidade. A falta de jogadores essenciais, como Petit ou Jorge Costa, pode ser um factor prejudicial nas aspirações de Portugal. Por outro lado, o capitão Vasco Uva promete fazer tudo para levar a selecção portuguesa a abrir o champanhe.

Activistas atacam plantação de milho transgénico

Activistas do Grupo Verde Eufémia destruíram um hectare de seara de milho transgénico em Silves. Em declarações feitas ao Diário de Fictícias, o presidente do movimento afirmou que “o milho impede a plantação de canábis, o que nos irrita e muito”. Já agora, o princípio de enfarte que o dono da plantação sofreu não é nada em comparação com as nossas ressacas.

André Pereira
O Despertar
Imagem: Direitos Reservados

sexta-feira, agosto 31, 2007

DesPorto, Évora, Osaca e Lisboa

Após um mês de ausência, o Fic Notícias regressa ao mundo da comunicação nacional. De referir que estas férias foram forçadas, uma vez que, durante o período de Verão, ninguém trabalha. “Ele não está, foi de férias”, “Vai ter de ligar no próximo mês”, “Importa-se de deixar recado?”. No entanto, o descanso deste jornal de renome internacional, quiçá nacional, foi inteiramente merecido por toda a sua vasta equipa que tem trabalhado arduamente para trazer até si os mais fictícios eventos noticiosos do panorama actual. Esta semana, deixamo-vos com as novidades desportivas:

Évora no Japão

Nelson Évora sagrou-se campeão do mundo no triplo salto em Osaca, Japão. O atleta do Benfica mostrou-se “muito feliz pelo feito alcançado”, dedicando a vitória a todos os que o apoiaram. Quanto ao segredo para o sucesso, o atleta aponta dois pontos essenciais: muito trabalho e o ex-treinador do Benfica. “Sem o exemplo de Fernando Santos, não teria conseguido atingir esta marca. Nunca vi ninguém a saltar do banco encarnado como ele”.

Sem metros de Obikwelu

A prova dos 100 metros em que Francis Obikwelu “participou” pode-se comparar à forma como o Governo tem actuado em relação à OTA. O atleta prometia muito mas, após várias hesitações, acabou por ser desclassificado e nunca mais se ouviu falar dele.

O Engenheiro do Tenta

Depois de ter recebido o cognome de “Engenheiro do Penta”, ao serviço do Futebol Clube do Porto, Fernando Santos é agora conhecido pelos adeptos benfiquistas como o “Engenheiro do Tenta”. Tentou vencer o campeonato, tentou ganhar a Taça, tentou ganhar jogos, tentou jogar futebol, tentou… No entanto, a equipa afundou-se cada vez mais. O que já seria de esperar, até porque “para baixo todos os Santos ajudam”.

Jesualdo Ferreira volta a lavar os dentes

Após uns dias sem passar a escova pela sua dentição, o treinador do Futebol Clube do Porto pode voltar a sorrir. Depois de ter perdido a escova de dentes no Estádio Municipal de Leiria, frente ao Sporting, Paulo Bento fez-lhe a vontade e devolveu-a no fim-de-semana passado. Quem não ficou a rir foi o treinador dos leões que, desta forma, perdeu o seu tão fiel amigo pente.

Pepe Legal

O defesa-central luso-brasileiro pode ser chamado à selecção portuguesa. O jogador do Real Madrid pode-se juntar, assim, aos portugueses Deco e Scolari. Este último adiantou que, apesar de ter convocado o central, quem escolhe a equipa é o treinador: “Pepe Legal, para pensar estou cá eu”, afirmou em tom “Babaluliano”.


*Faleceu terça-feira o jogador sevilhano Antonio Puerta. Esta é uma situação bastante triste que, infelizmente, tem vindo a ocorrer com “alguma” frequência. Várias imagens nos vieram à mente, tal como a queda do húngaro Fehér ou do camaronês Foé. O bailado terminou para este jovem que tinha a minha idade… Aqui deixo o meu pesar à família do jogador e a todos os adeptos de futebol.

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, julho 27, 2007

"A Herança... ou não"

Bem-vindos à nova rubrica do Diário de Fictícias, a “Herança… ou não”. Os quatro concorrentes deste programa inicial são Marques Mendes, Luís Filipe Menezes, Manuela Ferreira Leite e Rui Rio. O actual detentor da herança é Marques Mendes, que poderá perdê-la para algum dos seus adversários. Passemos ao próximo jogo, o “Verdadeiro ou Falso”:

“A laranja possui vitamina C.”

Marques Mendes:
“Eu acho que é verdadeiro, mas não tenho a certeza. Quer dizer, acho que é falso, porque eu gosto muito de laranjas e, no entanto, tenho apanhado cada calafrio… No entanto, custa-me muito agarrá-las… Estão sempre lá tão em cima…”

Luís Filipe Menezes:
“Penso que a afirmação é verdadeira. Mas o que importa dizer é que eu deverei ser o próximo herdeiro. Até porque penso que o jogo do “Abanão”, realizado em Lisboa, estremeceu bastante o meu principal adversário.”

Manuela Ferreira Leite:
“Ora bem, nove vezes três, vinte e sete… A raiz quadrada de vinte e cinco é cinco… Aí vai um… Mais o IVA e o IRS, descontando com o IRC… Sim, é verdadeiro!”

Rui Rio:
“Ora bem, a questão aqui não é essa! Tanto pode ser verdadeira ou falsa. Mas, eu acho que é verdadeira, uma vez que eu sou várias vezes atacado por fortes correntes de ar. Aquilo parece um dragão a cuspir vento. Mas, como eu gosto muito de laranjas, não me tem afectado nada.”

Todos acertaram. Quer dizer, quase todos… Mesmo assim, vamos passar para o último jogo deste programa, a “Guilhotina”. São dadas cinco palavras. Por associação, o participante deverá descobrir o termo escondido:

Sumo
Maçã
“Voando Sobre um Ninho de Cucos”
Cor-de-rosa
Gel

Perante estas pistas, nenhum dos concorrentes adivinhou a palavra-chave, “Laranja”. De seguida, a explicação para a escolha deste termo:

Sumo – Sumo de laranja.
Maçã – É um fruto, tal como…. a laranja!
“Voando Sobre um Ninho de Cucos” – Um filme em que participa Danny deVito, actor com uma estatura idêntica à do líder laranja.
Cor-de-rosa – Se é cor-de-rosa, não é cor-de-laranja.
Gel – Quem usa muito gel? Quem é, quem é? O antigo presidente do Partido Laranja!

Como podem verificar, mais fácil que isto não poderia ser. Não perca o próximo programa. Contamos consigo porque, sem laranjas, isto não tinha graça nenhuma!

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, julho 20, 2007

A Acrópole de Costa

António Costa é o novo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, a maior do País. O candidato do Partido Socialista venceu as eleições intercalares com 29,5% dos votos e seis vereadores eleitos, um dos melhores resultados de sempre do PS em Lisboa. Costa não conseguiu, no entanto, o objectivo da maioria absoluta, ficando agora aberta a porta de coligações pós-eleitorais com a CDU, o BE, a independente Helena Roseta ou, até mesmo, Carmona Rodrigues. A abstenção ultrapassou os 60 por cento.

Numa cidade não muito longe de Lisboa, também se realizaram eleições para a câmara municipal. Só um alcançou a vitória, no entanto, todos se auto--proclamaram vencedores.

Encosta do Castelo: Hoje é um dia para festejar! Sinto-me bastante feliz e, por conseguinte, quero agradecer a todos os eleitores que votaram em mim. Apesar de contrastar com o cânone de deus grego, devo agradecer este meu triunfo a um dos grandes pensadores da Época Clássica.

Carona Rodrigues: Muito obrigado, muito obrigado! Podem sentar-se, não mereço tantos aplausos. Obrigado! Este resultado é bastante importante para mim. Uma vez que perdi o autocarro (e o local para o estacionar), aproveito a carona do novo presidente. Para quem está habituado a conduzir Ferraris, tenho de usufruir. É que eu só ando de bicicleta. E não muito bem.

Fernando Laranjão: Obrigado por terem votado em mim. Nunca me senti tão contente em toda a minha vida! E, ao alcançar este magnífico resultado, quero comunicar a todos os presentes e ausentes (mesmo aqueles que daqui não consigo ver) que me vou filiar no PRD, perdão… PPF… quer dizer… PLE… ou seja… PSD! É isso!

Helena Bicicleta: Quero agradecer a todos por estes resultados. Tive de pedalar bastante para atingir o patamar a que me propus. Podem baixar as bandeiras e sair da frente que já não aguento das pernas… Preciso de ir descansar, esta corrida foi cansativa.

Telmo Passeia: Assumo claramente a minha derrota. Mas entendo que é uma vitória do querer e da vontade de mudar! Já agora, se alguém precisar de umas limpezas nos muros da sua casa, da sua rua, ou até mesmo da sua cidade, não hesite e contacte-me! Preciso de ganhar uns trocos… Ah, e não apago só paredes, também apago Portas!

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, julho 13, 2007

As 7 Mar-avias de Portugal

As sete maravilhas de Portugal estão escolhidas. Pela voz de um deles, ficámos a saber quais foram os sete monumentos mais votados. Porém, o Diário de Fictícias teve acesso à verdadeira votação.

Torre de Ninguém

A Torre de Ninguém foi construída na era das Descobertas (quando a defesa da cidade era de extrema importância). A partir desta altura, iniciou-se a aventura “sobre-humana” de procurar alguém que governasse convenientemente a Torre.

Para melhorar a defesa de Lisboa, Carmona Rodrigues desenhou um plano que consistia na formação de uma defesa constituída por três fortalezas junto do estuário do Tejo, todas elas com parque de estacionamento para as Caravelas.

Este monumento está repleto de decoração Santana-Lopina, com alguns laivos de Sampaísmo. Com o passar do tempo, e com a construção de novas fortalezas, a Torre de Ninguém foi perdendo a sua função de defesa. Hoje em dia, serve de palco a uma das muitas batalhas navais da actualidade. Veremos se alguém dará à Costa.

Mosteiro do Jerónimo

O Mosteiro do Jerónimo é frequentemente conhecido como a “jóia” do estilo Cunhalino. Este estilo combina elementos arquitectónicos dos períodos Márxico e Leninista, juntando-os a uma simbologia anárquica e libertária, que o tornam único.

No século XXI, o Mosteiro tem sofrido algumas alterações, o que o relegou para um plano muito inferior do panorama nacional.

Mosteiro de Quem Lá Passa

Mosteiro fundado no séc. XII: a sua grandeza e simplicidade representam o expoente máximo da justiça gótica.

Pelo seu interior, já passaram diversas personalidades do mundo desportivo nacional. Apesar de se localizar na região centro do país, a maioria dos seus inquilinos é da zona norte de Portugal.

Couceiro da Batalha

Este monumento nasce do voto feito por Gilberto Madaíl a Santa Maria da Derrota, no sentido de comemorar o sucesso sobre as tropas inimigas, na batalha de Aljubarrota.

Trata-se do mais acabado exemplo do treinador em Portugal. De realçar a obra que nunca chegou a ser terminada. Falamos das Tácticas Imperfeitas que este aspirante a treinador utiliza nas suas equipas.

Palácio de Penas

O Palácio de Penas surgiu em 1839, quando o rei D. Vieira adquiriu as ruínas do Estádio da Luz para o adaptar a um palácio. A fachada principal do palácio foi alterada, optando-se pelo cor-de-rosa para embelezar a Catedral.

Bárbara Guimarães

Bárbara Guimarães é, sem sombra de dúvida, a modelo-símbolo da nacionalidade portuguesa, inserindo-se num magnífico cenário com os campos e montanhas em redor, e desfrutando de uma vista soberba sobre a cidade.

Este monumento é ocupado, de há uns anos para cá, por Manuel Maria Carrilho, ex- futuro presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Castelo de Lobbies

Com presença assídua dos casais régios ao longo das Idades Média e Moderna, os Lobbies floresceram e foram sucessivamente enriquecidos por obras de arte.

O castelo e as muralhas de Lobbies evocam a importância da localidade na Baixa Idade Média e na actualidade. Desde o futebol, passando pela área da saúde e da construção civil, o Castelo de Lobbies tem sido vanguardista no nosso país.

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, julho 06, 2007

Tratado Constitucional EuropEU

O Diário de Fictícias teve acesso exclusivo ao Tratado Constitucional que tantas páginas tem ocupado nos órgãos de comunicação. A União Europeia irá ter ao leme os marinheiros portugueses que têm como principal objectivo fazer aprovar o Tratado Constitucional EuropEU. Vejamos, na íntegra, o texto que tanta polémica tem causado:

Artigo 1º
Todos os cidadãos nascidos nos Estados-Membros da União Europeia nascem iguais em deveres, direitos, deveres, obrigações, deveres, compromissos, deveres, incumbências e deveres. A qualquer situação não seja abrangida por estes parâmetros, deverá ser aplicada a palavra mais utilizada neste artigo.

Artigo 2º
A todos os cidadãos da União Europeia será atribuído o título de Engenheiro logo desde o momento em que nascem. Esta é uma forma de combater o crescente aumento de desempregados, bem como a dependência a qualquer universidade.

Artigo 3º
Em situações de ameaças terroristas deve-se sempre pedir opinião ao maior terrorista da actualidade. Aliás, este tem sido o método utilizado ultimamente pelos líderes mundiais.

Artigo 4º
Todos os países pertencentes à União Europeia irão adoptar o modelo de justiça português. Assim, pretende-se dar uma nova visibilidade ao futuro europeu, especialmente aos incapacitados.

Artigo 5º
A SIC será a estação televisiva oficial da União Europeia. Depois de ter espalhado flores por Portugal, a estação de Carnaxide poderá, desta forma, fazer emissões em directo de todos os países europeus sobre o caso “Madeleine”.

Artigo 6º
Todos os sacos utilizados em superfícies comerciais serão de cor azul. Esta, não só é a cor oficial da União Europeia, como é uma forma de integrar a população de Felgueiras nesta nova aldeia global.

Várias vozes já se fizeram ouvir após terem tido acesso a este documento:

Engenheiro Sócrates:
“Tudo iremos fazer para que este tratado seja aprovado por todos os Estados-Membros. Nem que seja num domingo.”

Andrea Bocelli:
“Estou bastante satisfeito com a alteração do modelo de justiça para o sistema português. Eu e a Justiça portuguesa temos muito em comum. Até damos música às pessoas.”

Bento XVI:
“Concordo com o artigo 4º, visto que é uma forma de todos os europeus carregarem o mesmo Cruz.”

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, junho 29, 2007

Diário Furtado apresenta: Balança Comigo!

Após longas semanas a dar música aos portugueses, o programa “Balança Comigo” chega ao fim. Apurados para a final estão Jorge Nuno Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira. O palco rapidamente se transforma num doce mar aveludado. Apresentam-se ao público, dão as mãos, e preparam-se para balançar os seus corpos consoante as vibrações musicais.

Diário Furtado: Que comece a música!

Pinto da Costa: Bamos lá ber quem é que sabe dançar, carago!
Filipe Vieira: A ver vamos! A hegemonia do Porto terminou. Mas acredito que me possa vencer, não é qualquer um que já foi casado com uma dançarina profissional.

Pinto da Costa: Se te pisar, avisa, oh Luís Filipe. Tenho os pés muito grandes. É de estar há tanto tempo em pé, sem ninguém para me fazer frente.
Filipe Vieira: Deixa estar que podes é pisar os meus pneus. Já agora, não queres comprar uns? Faço um preço especial.

Pinto da Costa: Um preço especial? Nem se me desses o Mantorras eu aceitava. Já tenho ligações com África que me chegam. Basta o marfim que tanto trabalhinho me tem dado.
Filipe Vieira: Imagino, imagino… Deixemo-nos de valsinhas e vamos dançar um tango. Coloque lá esta rosa na boca!

Sócrates: Sim, mas cuidado que essa rosa tem alguns espinhos! E bem afiados… Ora bem, ninguém falou mal de mim, podem continuar a dançar. Peço desculpa por ter interrompido a espectáculo.

Filipe Vieira: O que vale é que este senhor é do Benfica! Oh senhor Jorge Nuno, não quer comprar um kit de sócio?
Pinto da Costa: Eu?! Sócio dos lampiões? Deve estar a brincar comigo. Primeiro, os meus negócios são todos feitos sem a ajuda de qualquer lampião. Em segundo lugar, os únicos seres que conheço que voam são uns amigos meus. E voam porque eu lhes pago as viagens, senão ficavam em terra, a trabalhar. Por falar nisso, um samba ia mesmo bem. Para além dos tambores, também tem muitos apitos, e eu já estou habituado. Vai um sambinha?

Filipe Vieira: De Felgueiras ou do Rio?
Pinto da Costa: Pode ser de Felgueiras que eu não posso com o rio. Já tentei lá nadar, mas quase me afoguei…

Filipe Vieira: Podemos dançar um samba, sim senhor. Mas tenho a impressão que a sua dança preferida nos próximos tempos será o corridinho.
Pinto da Costa: O corridinho?

Filipe Vieira: Sim, corridinho para trás das grades!

Diário Furtado: A dança chegou ao fim. É altura de ver as pontuações.

Juiz: Eu não vi nada… Não sei onde deixei os óculos… Mas, por mim, podem ser ambos arquivados!

Senhor vestido de negro: A vitória vai claramente para o meu patr… para o senhor Jorge Nuno Pinto da Costa. Tem muita agilidade e é exímio na arte de subor… de dançar!

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, junho 22, 2007

Jornal Monizcipal - Oh Portela vem à janela!

Bem… bem… bem-vindos a maaaaais um Fic No… no… (Ai!!!) Notícias! Peço desculpa pelo aaaa… aaaa… atraso mas estive reunido com o senhor Puuu… Puuu… Putin. Ic! Sentinela, continua tu, que eu…. eu… não consigo.

Sentinela Moura Guedes –
Oh Nicolas, mas o senhor Putin não te deu um comprimido para tomares? Parece que ele já o usou várias vezes. Aliás, não há presidente russo que não use e abuse desse comprimido! Mas, desta forma, vamos ter de mudar de jornal. Eu sou a Sentinela Moura Guedes e este é o Jornal Monizcipal!

Santo António regressa a Lisboa para casar lisboetas:
Após longos anos sem visitar a capital, António surgiu com uma nova aparência. Um implante capilar e muitos dias no céu tornaram a sua pele mais morena. Desta vez, não veio nem de burro, nem de Ferrari. Talvez vá de vela.

Portela é uma das localidades propostas para construção do novo aeroporto:
Após ter construído castelos de areia na sua própria cabeça, Mário Lino mostrou-se disposto a analisar qualquer outro estudo sobre a localização do novo aeroporto, inclusive a opção Portela. Desta forma, o ministro espera que a Portela venha à janela, nem que seja para sentir o calor insuportável deste deserto de ideias.

Presidente do Governo Regional da Madeira afirma que Portugal tem deficit de democracia:
Após ter sido eleito por maioria absoluta, Alberto João Jardim assumiu, esta semana, o cargo de presidente do Governo Regional da Madeira. Na cerimónia de tomada de posse, o senhor Jardim afirmou que “Portugal tem deficit de democracia”. Não podia concordar mais com esta afirmação e com a altura em que foi feita. Aliás, nada melhor que um bom conselho acompanhado de um melhor exemplo.

Joe Berardo entende que “o Benfica é um lar da terceira idade”:
O empresário madeirense, que pretende adquirir 100 por cento das acções da SAD do maior clube português, afirmou que o Benfica é um clube com jogadores em fim de carreira, o que não favorece a aquisição de títulos. “Como é possível pertencerem ao plantel jogadores que já foram campeões pelo Benfica? Só podem ter uma idade bastante avançada! E muito, muito boa memória!”, afirmou.

Pinto da Costa foi constituído arguido no caso “Apito Dourado”:
É uma surpresa, não só para o país, como para todo o mundo! Jorge Nuno já recebeu palavras de apoio dos seus amigos sicilianos. Por seu lado, Valentim Loureiro não vai a julgamento pelo jogo Naval-Chaves
. Das duas uma: ou o major venceu a batalha naval, ou encontrou as chaves para fugir.

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, junho 15, 2007

Cimeira dos T0 em Alcochete

Como é do conhecimento público, decorre, na cidade de Heiligendamm, na Alemanha a cimeira do G8. No topo da agenda estão as alterações climáticas e a ajuda ao continente africano. Logo, não se percebe a escolha destas siglas: G8. Por que não O2 ou A0? Seria mais coerente, não?

Porém, em Portugal, realizou-se uma cimeira semelhante. O ponto essencial foi o futuro do nosso país. Em que situação nos encontramos, como estamos economicamente, quais as perspectivas de emprego, entre outros assuntos. Tendo em conta o local onde esta foi realizada, a cimeira teve o nome de T0. De seguida, podemos ver os principais pontos defendidos por cada elemento:

Cavaco Silva
“Excelentíssimos portugueses! O dia 10 de Junho foi um dia muito importante para todos. Eu sei que falo lentamente e que a minha voz é parecida com a do Olavo Bilac, mas não adormeçam! Ainda tenho muitos assuntos que gostaria de referir. Um deles é o excelente desempenho que este governo tem tido. Outro é a questão do primeiro emprego dos jovens. Para terminar, gostaria de falar da magnífica actuação do Engenheiro, perdão, do Senhor Sócrates enquanto Primeiro-Ministro.”

Marques Mendes
“Eu não concordo com esta decisão do governo em fazer esta cimeira! Nem concordo com o sítio onde está a ser realizada! Nem concordo com a construção do aeroporto. Aliás, não concordo com nada… Mas, daqui também não vejo muitas soluções… só sapatos…”

Mário Lino
“O Governo vai estudar Alcochete como alternativa à Ota para a construção do novo aeroporto nacional. Depois de sabermos que na Ota estão camelos, decidimos virar-nos para Alcochete onde há ainda mais animais, pelo menos um pato e vários leões. O pato costuma defender a baliza dos reis da selva. Assim, matamos dois coelhos de uma cajadada.”

Justiça
“Não estou a conseguir ver bem… Este meu problema de visão anda a matar-me. Mas, por aquilo que (não) vejo, o nosso país está no bom caminho! Aliás, a menina foi raptada, escondida, morta ou vendida e a culpa não é dos pais. Obviamente que a culpa é da Polícia Judiciária! Só um cego é que não vê isso. Ai, onde é que eu meti os óculos escuros? E o meu cão-guia, onde está?”

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, junho 08, 2007

Las Chávez del Poder

Jornalista – Buenos dias, caros telespectadores! Hoy estamos em directo da Venezuela, daí eu estar com este sotaquezinho castelhano. O Diário de Fictícias decidiu deslocar-se a esta magnífica cidade de... (perguntando ao colega) Como se chama esta cidade? Ai caracas, que me esqueci...
Ajudante –
É isso, é isso!

Jornalista – Ah sim, perdão! Estamos em Caracas! Não viemos cá procurar a pequena Maddie nem fazer nenhum “sic(k)” directo que tanto tem resolvido. Também não viemos para falar com o presidente... (é interrompido violentamente)
Encapuzado –
Presidente?!?! Presidente?!?!

Jornalista – Desculpe... Excelentíssimo Senhor Ilustre Magnífico Presidente Hugo Chávez.
Encapuzado –
Ah, assim está mejor!

Jornalista – Peço imensas desculpas! Estamos a ser muito bem tratados neste magnífico país, onde todas as liberdades são defendidas com unhas e dentes, especialmente a liberdade de imprensa!

Nacional:
O Primeiro-Ministro português deslocou-se à Rússia para um encontro com Vladimir Putin. Ambos trocaram acusações, acabando mesmo pela ameaça de Putin em direccionar os mísseis nucleares para a Europa. Sócrates reagiu de forma positiva, até porque ficou claramente explícito que não somos alvos.

Internacional:
Good morning Vietnam! Fidel Castro está mais próximo do regresso. Cada vez com melhor aparência, o eterno revolucionário encontrou-se com o presidente do partido comunista do Vietname. Consta-se que houve troca de charutos e de bombas de napalm. Hasta siempre!

Desporto:
Os jogadores Anderson e Nani foram transferidos para o Manchester United! Nuno Gomes conseguiu marcar um golo... no computador. Simão Sabrosa já consegue tocar com os pés no chão quando está sentado à mesa. Paulo Bento chateou-se com o cabeleireiro e fez um corte radical, risco ao meio... A cadela de José Mourinho já é idolatrada por todos os seus amigos caninos. Aliás, disse mesmo que seria, de certeza, a cadela do ano, eleita pela revista “Time (to bark)”. Ah, e já me esquecia, parece que uma rapariga que se chama Vanessa... Fernandes venceu a etapa de Madrid da Taça do Mundo de Triatlo, alcançando uma inédita sequência de cinco vitórias consecutivas na mesma prova, e a sua 16ª na sua carreira.

André Pereira
O Despertar

sábado, junho 02, 2007

Li no jornal que há Ota hipótese

Bom dia, senhores passageiros, fala-vos o comandante do avião. Estamos a 5.000 Marques Mendes de altura, o que significa que estamos a tocar com as asas nas árvores. Mas não se preocupem que eu sei guiar isto muito bem. Tirei o curso de piloto na Universidade Independente.

Ora bem, continuando… Estamos com alguma turbulência devido às rajadas de vento que se aproximam pela nossa direita. Já agora, peço-vos que confirmem se as portas estão bem fechadas. Muito obrigado! A nossa hora prevista de chegada será às 17h31, porém não sabemos se podemos aterrar. Por um lado, ainda não temos confirmação da existência de um aeroporto lá em baixo e, por outro, os funcionários saem do serviço às 17h30. Logo, não saberemos se podemos aterrar em segurança ou se vamos ter de nos despenhar contra qualquer coisa.

A temperatura na cidade de destino é elevadíssima. Estão previstos cerca de 40º à sombra, portanto não se esqueçam dos chinelos, dos turbantes e da carta de condução.

Passageiro – Carta de condução?!
Piloto –
Escuto… Sim, senhor passageiro, a carta de condução para conduzir camelos. Espero que se tenham informado acerca do vosso destino de férias.

Passageiro – Mas, se vai estar assim tanto calor, não é melhor levar água?
Piloto –
Escuto… Ora aí está uma pergunta extremamente estúpida! Ali em baixo, apesar de ser um deserto, água é o que não falta. Pelo menos, há pessoas especializadas no assunto, provenientes do centro urbano, para meter água.

Passemos agora às regras de segurança! Atenção às hospedeiras de bordo porque parece que vamos ter mesmo de ir contra qualquer coisa… A gasolina está a acabar…

Hospedeiras – Se sentirem que o avião está a cair a pique, sem qualquer rumo certo que não o chão, não entrem em pânico e façam o favor de colocar estas máscaras de oxigénio. Se sobreviverem ao embate, podem sempre utilizá-las para se protegerem das armas químicas que estão escondidas no gabinete do presidente do Futebol Clube do Porto. É que agora não há ninguém para acender o cigarro. Por isso, o melhor é prevenir. Por falar em FC Porto, o apito que têm ao peito pode ser a vossa salvação. Qualquer um que teve o privilégio de o usar conforme o combinado, teve direito a viagens para destinos, esses, de sonho! Tenham um resto de uma boa viagem, e até qualquer diiiiiiiiiiiiiaaaaaaaaa….

PS – Podem-se sempre salvar! É fácil, é como encontrar um trevo na bossa de um camelo! Tem é de ser um trevo de quatro folhas…

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, maio 25, 2007

Finding Mayor!

Procura-se vivo ou morto, alguém para presidir à Câmara Municipal de Lisboa!
Recompensa de Parque de Estacionamento Grátis Ilimitado

Com apenas dois anos de mandato, António Pedro de Nobre Carmona Rodrigues desapareceu do seu quarto, nos Paços do Concelho – Lisboa. Por favor ajudem, divulgando este pedido de auxílio, de modo a encontrar alguém que possa governar convenientemente a CML. É vital, ainda, encontrar também os sequestradores que engendraram tudo isto. Passem esta mensagem ao maior número possível de pessoas!

Suspeita-se de alguns indivíduos, no entanto, apenas um foi constituído arguido. O seu nome é António Costa e foi visto várias vezes nas imediações da casa onde se encontrava o presidente.

Outros nomes vieram a público, tais como o de Fernando Seara, Fernando Negrão e Paulo Portas, mas não passam de meras especulações. Pelo menos, por enquanto. Por resolver, ainda se encontra “o mistério da estrada de Sintra” e a possibilidade de haver mais um arguido. Ainda há muito a fazer, mas de uma coisa temos a certeza: “O trabalho liberta!”

O calor aumenta à medida que as buscas seguem o seu rumo. O mar continua bastante ondulado e mais azul que nunca, porém, o laranja tórrido do sol ameaça algumas queimaduras. Talvez mesmo para fugir a esta vaga de intensa actividade climática, foi construído um túnel. Este, não serve apenas de ponto de fuga do calor, mas, essencialmente, de ponto de fuga de responsabilidades autárquicas.

A preocupação é grande e o empenho na procura de um presidente tem de ser enorme. Quem tiver alguma pista, por mínima que seja, ligue para um dos seguintes números: 213 227 000 ou 253 213 144.

Todos somos poucos para esta missão de devolver o Presidente à Câmara de Lisboa, portanto colabore! Dê o seu contributo monetário como sempre tem feito em qualquer Procissão das Velas.

A esperança é a última a morrer! Temos de unir as nossas mãos e falar com alguém que nunca existiu, mas que pensamos que nos ajuda sempre nestas alturas.

Por falar em personagens imaginárias, o dragão renovou o título de campeão nacional da Liga Bwin. O que, a princípio, parecia ser uma abreviatura de “Liga Benfica Win”, veio, por fim, a revelar-se como “Liga Bi-Win”.

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, maio 18, 2007

Graças! Adeus!

Papa Bento XVI – Olá irmãos portugueses! Acabem com o capitalismo, Nosso Senhor Jesus Cristo amaldiçoou o dinheiro! É ou não é, mordomo? Cuidado, não me pises a minha simples e modesta batina revestida a ouro.
Lula da Silva –
Sumo Pontífice, nós não somos portugueses… Somos brasileiros… Samba, Ronaldinho, Guaraná, PT, Mensalão...

Papa Bento XVI – Desculpem! Olá irmãos brasileiros. (Confundi com aquele belo país, Portugal! Ah, quem me dera estar lá naquela bonita capital que é Fátima).
Lula da Silva –
Mais uma vez, desculpe a interrupção, mas a capital de Portugal não é Fátima, é Lisboa…

Papa Bento XVI (para Lula da Silva) – Ah pois… Onde tenho eu a cabeça? É que Lisboa parece que anda agora à deriva. Até pensei que tivessem mudado de capital e feito uma cerimónia no dia 13 de Maio.
Lula da Silva –
Não, Senhor Papa. Nesse dia comemoraram as aparições da Virgem Maria aos três pastorinhos, em 1917.

Papa Bento XVI – Ah sim, mais uma das nossas menti... Mais uma das nossas enormes e inequívocas verdades históricas! Deixe-me continuar o discurso. Você só atrapalha! Vê-se mesmo que foi funcionário do Estado. Inventa qualquer coisa só para não trabalhar! (virando-se para a imensa multidão de… 50 pessoas) Vim aqui ao Brasil para vos dizer que o dinheiro, perdão, a fé é a melhor coisa do Mundo! Temos todos de nos entregar a este magnífico bem que é o… a fé!
Público –
Jesus Cristo é o Senhor! Viva Jesus! Aleluia, aleluia, aleluia!

Papa Bento XVI – Temos de condenar o aborto! A vida é o bem mais precioso que temos! (depois do dinhei... da fé, pois claro) Até porque é praticamente impossível haver abortos no Vaticano. Lá, nem sequer há mulheres! Há muitos homens, e giros! Ah, há dias fui ver o George Michael a Coimbra. Foi muito bom!
Público –
Aleluia, aleluia, aleluia!

Papa Bento XVI – É preciso “empurrar” as pessoas para o casamento e evitar que estas se divorciem. Ou, se se divorciarem que casem outra vez. Tudo em prol do nosso principal bem, o… a fé!
Público –
Graças a Deus, pôxa!

Lula da Silva – Sumo Pontífice, não quer dançar um sambinha? Ande lá, levante essa saia bordada a ouro, os sapatos com atacadores de ouro, a batina revestida a ouro, o casaco de ouro, o cálice de ouro, a cruz de ouro, os fios de ouro, os anéis de ouro, os dentes de ouro, a Bíblia de ouro, as pulseiras de ouro, os rosários de ouro, os terços de ouro, e tudo o mais que tiver… e venha dar um passo de dança com os seus irmãos das favelas!
Papa Bento XVI –
Gosto muito de vocês, mas estou muitíssimo atrasado para um compromisso! Adeus, auf wiedersehen! Como ouvi há dias no tal concerto, “I’m never gonna dance again”.

André Pereira

sexta-feira, maio 11, 2007

Queima com Fitas

A Queima das Fitas está a chegar ao fim. As noites de alegria e sonos mal dormidos terminaram por este ano. Pelo menos no que respeita a esta tradição estudantil secular. No entanto, o Diário de Fictícias irá promover, nesta semana que se segue, uma festa de maior expansão que a Queima das Fitas. O evento tem o nome de “Queima com Fitas”!

Em primeira mão, a Comissão Organizativa da Queima com Fitas tem o prazer de anunciar o cartaz para os sete dias. Por motivos financeiro-económicos, só pudemos convidar um artista por dia. Porém, as suas expectativas não serão defraudadas.


DOMINGO, 13 MAIO

Marques Mendes – Ao contrário de todos os eventos realizados, no seu ano inaugural, a Queima com Fitas decidiu começar esta semana em... pequeno! Um palco será construído, propositadamente, por cima do principal para que Marques Mendes possa ser visto e ouvido por todos. Algo em que não tem tido muito sucesso. Irá actuar a capella, sem qualquer elemento musical. Parece que tem andado muito sozinho ultimamente.


SEGUNDA-FEIRA, 14 MAIO

José Sócrates – Um grande artista português! Com créditos seguros na sua actividade musical, José e a sua banda têm conseguido dar música a todos os portugueses. José Sócrates estava marcado inicialmente para domingo, mas o líder do grupo teve de se deslocar a uma universidade para receber um diploma...


TERÇA-FEIRA, 15 MAIO

Alberto João Jardim – A noite de terça-feira sempre foi uma noite de festa em Coimbra. Depois de Quim Barreiros na semana anterior, Alberto João Jardim promete fazer vibrar o público que o aguarda ansiosamente. O político até já comentou a sua vinda: “Ainda bem que vou actuar sozinho! Não consigo tocar de outra forma”. Para esta noite, a Comissão Organizativa da Queima com Fitas teve de instalar um aparelho automático de legendagem madeirense-português e programar vários “biiiiiip” para quando o artista actuar.


QUARTA-FEIRA, 16 MAIO

Carmona Rodrigues – A Comissão escolheu para este dia um grande artista de renome nacional. Depois da confusão instalada após a sua passagem por Lisboa, Carmona, que teve de abandonar a capital pelo novo túnel, continua o seu tour na cidade do Conhecimento. Estima-se que Carmona Rodrigues venha de bicicleta, como o fez no última prova de down hill. Esperemos que não volte a cair, até porque parece que ultimamente tem andado cheio de nódoas negras. Contudo, se vier de carro, há parques de estacionamento suficientes.


QUINTA-FEIRA, 17 MAIO

Odete Santos – Após ter abandonado o Parlamento recentemente, a defensora comunista regressa aos palcos. Desta vez, não encontrará uma mancha encarnada de punhos cerrados, mas uma mancha negra de mãos abertas, não para a receber, mas sim para segurar nos copos de cerveja.


SEXTA-FEIRA, 18 MAIO

Paulo Portas – A iniciar o fim-de-semana, Paulo Portas volta a Coimbra para, munido de auto-bronzeador e branqueador dentífrico, tentar cativar a comunidade estudantil a aderir ao seu novíssimo partido.


SÁBADO, 19 MAIO

Pedro Mantorras – É, provavelmente, a maior surpresa da festa. A Comissão da Queima queria colocar o ponta-de-lança do Benfica no início da semana, mas esta recebeu um telefonema de um qualquer engenheiro a dizer que o Mantorras só pode entrar mesmo no fim, quando já não há nada a fazer. E assim será!


O Diário de Fictícias, juntamente com a Comissão Organizativa da Queima com Fitas, deseja uma semana de diversão e alegria a todos os seus leitores!

André Pereira
O Despertar

sexta-feira, maio 04, 2007

O Triunfo das Flores

Jardim – Olá minhas bonitas flores!
Flores –
Olá Excelêntíssimo Senhor Doutor Engenheiro Jardim!

Jardim – Engenheiro?! Quem me chamou engenheiro? Eu não tenho esse curso demoníaco! Aliás, nem reconheço a Universidade onde foi ministrado!
Rosa –
Tem de respeitar o nosso Primeiro-Ministro! A Universidade Independente é que cometeu erros de palmatória!

Jardim – Independente? O único local independente que conheço é a Madeira! Não conheço o senhor Primeiro-Ministro, nunca me foi apresentado. Vamos mas é ao que interessa! Boa tarde senhor jornalista, como está a família? Tudo bem consigo? A sua situação económica está bem? Se necessitar de algo, basta dizer que eu dou. Desde que me regue de forma conveniente as minhas flores...
JM –
Sim, sim. Muito obrigado senhor Jardim. Vou já tratar do assunto, vou buscar a mangueira... O senhor é o melhor Jardim do mundo. Nunca seca, tem umas flores e umas árvores muito bonitas e a sua relva continua verdinha como nunca! Ninguém diria que tem mais de 30 anos...

Jardim – Muito obrigado! Já pode ir trabalhar. Quanto a vocês, há aqui muitas flores que terão de ser arrancadas... Não é, senhor cravo?
Cravo –
Eu não vou morrer! Tenho liberdade para pensar e para dizer o que pen....
Flores – Cravo? Cravo? O que aconteceu ao Cravo, senhor Jardim?

Jardim – Não sei o que se passou. Deve ter perdido a fala... Sinceramente não sei. Prossigamos. Como estava a dizer, temos uma grande batalha pela frente!
Flores –
Sim, senhor Jardim!

Jardim – Parece que há uma flor, cujo nome desconheço, que quer destruir este belo e maravilhoso Jardim. Está algures num monte(iro) e já foi porteira...
Flores –
Vamos a ela!

Jardim – Sim, nós juntos venceremos! Já agora, dêem-me mais uma banana que já estou cheio de fome...
Flores –
Banana? Pensava que não gostava de bananas, senhor Jardim!

Jardim – Nunca estudaram a fauna e a flora? É óbvio que os Jardins gostam de bananas. Mas vamos lá inaugurar este edifício. E, já agora, preparem-se para o Dia da Mãe. Afinal, somos todos filhos dela.

André Pereira

domingo, abril 29, 2007

Fic Notícias - Portas Partidas

Bem-vindos a mais um Fic Notícias!

Luzes e Sombras de um Tostão
Jorge Nuno Pinto da Costa lançou a sua biografia. Depois de alguns meses conturbados, o presidente do Futebol Clube do Porto pretende, desta forma, temperar o mercado da leitura nacional. Pena não haver árbitros nesta área, caso contrário, o livro já teria esgotado.

Declarações Independentes
Continua o mistério à volta da vida académica de José Sócrates. Depois das declarações “bombásticas” por parte da Comissão de Investigação da Universidade Independente, todos nós ficámos a saber… o mesmo que já sabíamos, nada! Mas, como o filósofo que deu nome ao nosso engenheiro um dia disse, “a ignorância é o primeiro passo para o conhecimento”.

Ignorância e Conhecimento Populares
Por falar num destes últimos substantivos (o leitor escolherá), Paulo Portas foi eleito Presidente do Partido Popular com mais de 70% das opções de voto. Esta é, sem dúvida, uma boa notícia para os seus opositores, com especial atenção para Sócrates. Este, depois de navegar por um ribeiro de águas calmas, encontra agora um velho amigo que lhe abriu diversas portas políticas.

Luta Royal
Viajando até à cidade das luzes, encontramos Nicolas Sarkozy e Ségolène Royal a lutar pela presidência francesa. Os franceses estão divididos e esta luta pelo poder royal manter-se-á até ao fim.

Perda de virginiadade
Já do outro lado do Atlântico, teve lugar o maior massacre da história dos Estados Unidos. Um estudante sul-coreano, que sofria de graves perturbações mentais, matou 32 colegas, acabando, depois, por se suicidar. Bush reagiu a esta tragédia com o envio de mais tropas para o Iraque. “É por causa destas coisas que eu não gosto do Bin Laden”. Vá-se lá entender o que esconde o arbusto.

Foi o País (e não só) bem no fundo!
Ah, e este sou eu que não acabei os estudos.


André Pereira
O Despertar

A Aula de António

Professor – Bom-dia meus meninos!
Alunos –
Bom-dia senhor profe…

Professor – Pouco barulho! Alguém vos mandou falar?! Só disse que estava um bom dia. Ora bem, já podem baixar os braços.
Alunos –
Sim senhor!

Professor – Para começar bem esta semana nada melhor que uma boa dose de Avés-Marias e Pais-Nossos!
Mariano –
Mas, mas… se-senhor pro-professor…

Professor – Já está? Pronto! Agora admirem a minha infinita beleza. Muito obrigado, eu sei que sou um exemplo a seguir!
José –
Senhor professor, hoje vamos estudar as estradas, viadutos e outro tipo de construções?

Professor – Isso tem alguma coisa que ver com Deus, com a Pátria ou com a Família? Não! Por isso, não falemos de coisas estranhas.
Mariano –
E… e… se falar-falarmos sobre o estado do-do nosso país? Parece que-que há Uni-Universidades que vão fe-fechar.

Professor – Universidades?! O que é isso? No meu país ninguém precisa de aprender. Por falar nisso, oh José, como é que se diz “Olá” em inglês?
José –
Hello!

Professor – Muito bem, o menino está passado a Inglês Técnico. Perfeito. Menino Mariano, que parvoíce é que estava a dizer?
Mariano –
Não-não era na-nada, se-senhor pro-professor! Ora essa!

Professor – Acho bem! É que eu tenho aqui o meu assistente que, caso precisem de alguma coisa, basta dizer. Chama-se António e é um homem de Ferro! Mas, prossigamos. Oh Mariano, estás muito gago hoje, o que se passa? Esta aula está a dar comigo em doido…
Mariano –
Pois, pois. É que vou-vou ter que-que sair.
José – É normal, senhor professor! O professor já está há uma hora em pé. Por que é que não se senta?

Professor – Sentar onde? Na cadeira? Deus me livre! Oh José, tu não sabes o que é estar sentado numa cadeira… Aliás, tu não sabes nada…
José –
Só sei que nada sei.

André Pereira
O Despertar

Ovos da Páscoa

Boa Páscoa! Eu sou a Sentinela Moura Guedes e este é o Jornal Monizcipal!

Sócrates já tem opositor

Paulo Portas afirma que o seu “inimigo político” é José Sócrates e não Ribeiro e Castro. Com as dúvidas dissipadas, José Sócrates descobre, pela primeira vez em dois anos de mandato, o nome do seu opositor. Marques Mendes, ao saber desta notícia, tentou manifestar o seu desagrado. Porém, as suas declarações não foram possíveis de gravar, uma vez que o microfone estava a mais de um palmo do chão.

Desce o IVA e o IRS

Teixeira dos Santos prometeu baixar o IVA. Os portugueses já se manifestaram contra esta medida do Ministro das Finanças, dizendo que “a próxima medida só pode ser baixar o IRS, não?!”. Os punhos mantêm-se cerrados e a foice continuará a trabalhar.

Rolling Stones em Portugal

Os Rolling Stones irão actuar em Portugal no próximo dia 25 de Junho. Numa altura em que o país se encontra a tentar escalar a montanha da evolução, nada pior que Pedras Rolantes para dificultar a subida. Talvez sejamos mesmo assim e cantaremos eternamente “I can’t get no satisfaction”.

Telhados de vidro

Prosseguindo esta avalanche rochosa, um outro mineral é constantemente atirado aos nossos telhados de vidro. A razão por que somos bombardeados por este diamante talvez seja mesmo essa, termos telhados de vidro. Uns, apesar de serem verdadeiros e amarem em demasia, roubaram; outros têm direito, apesar de nunca se terem preocupado antes.

Santo António com dranquilidade

Aproveitando a boleia da cor deste diamante, falemos sobre futebol. A equipa com mais dranquilidade do campeonato continua a surpreender. Desta vez, os jogadores daquele que tem o cabelo parecido com o de Santo António venceram o que carregou a cruz.

Águia morre na praia

Quem continua a cair ao longo do seu percurso sinuoso é o Benfica. A águia, não obstante os seus altos voos, pode ter comprometido o seu principal objectivo ao cair à beira-mar. O Glorioso tem o apoio de um dos mais empenhados apóstolos, mas parece que a tradição se mantém: para baixo todos os Santos ajudam.

Doce Quaresma

O Porto, por sua vez, continua o seu tempo de Quaresma, somando pontos em busca do tão desejado título.

Este foi mais um Jornal Monizcipal, com a publicidade do Coelho da Páscoa, o único coelho que põe ovos… e de chocolate.

André Pereira
O Despertar

quarta-feira, abril 04, 2007

Salazar Independente Beatificado

Bem-vindos a mais um Fic Notícias!

Os últimos dias têm causado agitação na sociedade portuguesa. Desde a vitória eleitoral de Salazar, passando pelo caso da Universidade Independente, muitos têm sido os temas que saltaram para as primeiras páginas dos jornais.


O Ministro da Economia e da Inovação (?) Manuel Pinho sugeriu alterar o nome da região do Algarve para Allgarve.
Desta forma, o ministro que tem somado letras e letras de gaffes pretende tornar a “nossa Inglaterra” mais atractiva para os estrangeiros. Pelo andar da carruagem, qualquer dia o nosso país muda de nome para Poortugal. Assim, talvez os estrangeiros percebam melhor para onde vêm.

Continuando a viagem pelo nosso belo país à beira-mal plantado, encontramos um enorme cartaz com a inscrição: “Basta de imigração! Nacionalismo é solução. Portugal aos portugueses”.
Este cartaz é da autoria do Partido Nacional Republicano. Um mero objecto que não custou mais de cinco euros, acaba por ser visto e comentado por todos as portugueses… e não só. Mas, não seria mais eficaz se a mensagem estivesse escrita em diferentes línguas? Digo eu…

Os alunos da Universidade Independente estão indignados com os casos de corrupção que têm afectado este estabelecimento de ensino.
De facto, é de admirar uma instituição privada estar envolvida em “casos de polícia”. Aliás, é a primeira vez que estou em contacto com esta palavra… “Corrupção”?! Há com cada coisa…

Salazar foi o grande vencedor do concurso da RTP “Grandes Portugueses”.
Este é um verdadeiro exemplo de que as eleições se ganham nas urnas.

João Paulo II vai ser beatificado por ter, alegadamente, curado uma freira francesa que sofria da doença de Parkinson.
Ora, aqui está um verdadeiro acto de amor ao próximo! “Humm… Eu sofro dessa doença e esta minha constante tremura atrapalha-me bastante. E, só por acaso, até me está a matar… Mas, em vez de me curar a mim, vou curar esta moçoila. Oh fáxabor…”

André Pereira
O Despertar – 05/04/07

Cem anos sem nada

A quarta-feira passada fez cem anos do nascimento da irmã Lúcia. O Diário de Fictícias, para festejar data tão importante a nível nacional e internacional, contactou com o seu correspondente no outro mundo e entrevistou a irmã de todos os portugueses (ou quase).

Diário de Fictícias – Boa noite irmã, como está? O calor aqui é insuportável…
Irmã Lúcia – Graças a Deus Nosso Senhor Jesus Cristo.

DF – Graças a quem?
IL – A Deus.

DF – Mas já se vai embora? Ainda nem começámos a nossa conversa…
IL – Não, não… Estava apenas a dizer que estou aqui graças a Deus. Olhe, eu tenho um segredo.

DF – Ah, ok. Irmã Lúcia, antes de mais, os meus parabéns pelo seu centésimo aniversário.
IL – Muito obrigado. Ámen.

DF – Que prenda gostaria de receber neste dia tão especial? E que segredo é esse?
IL – Eu gostaria de receber uns óculos de sol. Quanto ao segredo conto no final da entrevista.

DF – Uns óculos de sol? Então porquê?
IL – Por um lado, fazem-me muita falta aqui em baixo e, por outro, fiquei com um trauma com o “baile do sol”.

DF – Não nos quer falar desse baile? O que aconteceu realmente?
IL – Eu vi a Fátima com os meus próprios olhos!

DF – E o sol bailou?
IL – Claro que sim! Sabe como é no Brasil, o samba cativa toda a gente.

DF – No Brasil? Mas a aparição de Fátima não aconteceu em Portugal?
IL – Em Portugal não acontece nada. E todas as Fátimas que surgem desaparecem rapidamente para Terras de Vera Cruz.

DF – Sim, sim... Então e como pensa passar este tempo de Quaresma?
IL – Fez um grande jogo, sem dúvida alguma! Mas também gostei bastante do Cristiano Ronaldo e do Nuno Gomes.

DF – Não era desse Quaresma que estava a falar. Estamos no fim da nossa entrevista. Pode-nos contar o tão misterioso segredo?
IL – O segredo? Que segredo?
André Pereira

sábado, março 24, 2007

Rebanho Guardado

Professora – Bom dia, senhores alunos!
Alunos –
Bom dia, pah! Podes-te sentar, fica à vontade!

Professora – Obrigado… Se não se importarem, hoje vamos falar da actualidade. Comecemos pelo programa “Grandes Portugueses”.
Alunos –
Boa! Viva o Cristiano Ronaldo e a Floribella! E os DZRT! E os excelentes actores dos Morangos com Açúcar!

Professora – Bem, não era exactamente sobre essas pessoas que gostaria de falar…
Alunos –
Não era o quê? (aproximam-se dela com ar ameaçador) Parece que percebeu mal…

Professora – Nada, nada. Eu disse que era exactamente sobre esses enormes portugueses que iremos falar hoje! Mas, já agora, o que acham dos dez portugueses eleitos? Por exemplo, que opinião têm acerca desta “luta” entre o Cunhal e o Salazar?
António –
Eu tenho aqui um punhal! É deste que estamos a falar?

Professora – (assustada) Não!
Álvaro –
António, volta para a tua cadeira, deixa a senhora professora trabalhar…

Professora – Muito bem, menino Álvaro! Um dos senhores caiu exactamente de uma cadeira… Aliás, foi esse senhor que criou o Estado Novo.
Luís –
“Tanto do meu estado me acho incerto / Que, em vivo ardor, tremendo estou de frio / Sem causa, juntamente choro e rio / O mundo todo abarco, e nada aperto.”

João – Só poesia, só poesia! Mas tu és cego ou surdo? Não é desse Estado que a professora estava a falar. Vê lá se queres que divida a tua cabeça como no Tratado de Tordesilhas…

Professora – Meninos, vamos lá a parar com isto! Já que o menino Joãozinho falou no Tratado de Tordesilhas, sabem em que consistiu?
Vasco –
Eu não sei, mas sempre que me falam em Tordesilhas só me apetece comer uma comidinha bem temperada. Nham nham… Há até quem me chame de Vasco da Gamba, tal é o meu gosto pela gastronomia e pelo mar.

Professora – O Tratado de Tordesilhas assegurou para Portugal a posse do Brasil e a manutenção do comércio com a Índia.
Afonso –
Ahhh… Daí ter nascido o Deco, que diz que Portugal é a sua Pátria-Mãe. No meu tempo não era nada assim… Pátria-Mãe?! Pátria tudo bem, agora Mãe… Não me parece…

Professora – Menino Afonso, temos de respeitar a nossa mãe, os nossos pais… Mas, vamos lá organizar isto.
Marquês –
Organizar? Ouvi falar em organizar? Isso é comigo! Vamos lá antes que esta aula se transforme num verdadeiro terramoto!

Aristides – Oh Marquês, tu, de facto, és muito organizado, mas cometeste um erro que eu tive que remediar mais tarde… Mandaste-os embora e eu tive de os salvar.

Professora – Acabem com a discussão, meninos! Com isto, já são horas de acabar a aula. O pior é que está a chover lá fora e não tenho coragem para passar por aquele mar de água…
Henrique –
Professora, não tenha medo! Vamos lá. Eu tenho uma solução. Não podemos ter medo! Como diz ali o Luís, vamos “dar novas escolas à escola”.

Professor – A situação está cada vez pior. Acho que nenhum de vocês merece a melhor nota. Todos são bons alunos mas também têm os vossos defeitos, tal como todos os alunos das outras escolas. Até aqueles que não andam na escola, mas sabem bastante! Dar a melhor nota a um de vocês é uma atitude idiota… Por agora, preciso é de alguém que nos guarde até esta tempestade passar…
Fernando –
Eu posso ajudar. Afinal, uma parte de mim está habituada a guardar rebanhos…

sexta-feira, março 16, 2007

Jornal Monizcipal - "Obrigado Padrinho!"

Boa noite! Eu sou a Sentinela Moura Guedes e este é o Jornal Monizcipal!

Hoje, temos em estúdio o nosso primeiro arguido da semana. Senhoras e senhores, meninas e meninos, dêem as boas-vindas a Valentim Poleiro!

SMG – Senhor major, reconhece esta fotografia?
VP –
Eu não conheço ninguém, não tenho nada que ver com isso! É tudo uma cambada de gatunos!!

SMG – Calma senhor major, é apenas um retrato de um senhor italiano, da Sicília, penso eu… Ele manda-lhe cumprimentos.
VP –
Ah, sim sim… conheço. Obrigado, padrinho!

SMG – Vamos dar início à sessão! Arguido Valentim Poleiro, foi cumprido o seu desejo de ser julgado na Comunicação Social. O que tem a dizer sobre os que o acusam de estar implicado em diversos crimes de corrupção desportiva?
VP –
Espere um pouco, deixe-me ver aqui no meu dossier… Corrupção camarária, corrupção em obras públicas, corrupção internacional, corrupção nacional, corrupção desportiva! Cá está! Sabe, tenho isto bem organizado. Aliás, eu pauto-me pela organização e pela transparência.

SMG – Pela transparência? Mas é acusado de diversos crimes…
VP –
É uma cabala que têm contra mim! Eu sou uma pessoa séria e honesta! E sou transparente por dois motivos: primeiro porque todos sabem daquilo que sou acusado e segundo, estou em muitos locais e falo com muita gente que, passados poucos dias, negam ter falado comigo.

VP – Mas… quem é este agora? Passou aqui numa velocidade… Espera aí, é ladrão! Apanha, apanha!
SMG –
Calma, major. É apenas o Mantorras, o jogador do Benfica. Deve ter lido mal a carta que lhe enviámos… É que ele vem cá amanhã para ser julgado. Parece que andou por aí a conduzir sem carta de condução…

VP – Sinceramente, estes jovens de hoje em dia não respeitam as autoridades competentes… Andamos nós a apertar o cinto para o país ir para a frente e há meia dúzia de gatunos que só colocam o país para baixo. São uns corruptos!
SMG –
E em relação ao Mantorras, o que tem a dizer?

VP – Era sobre ele que estava a falar…
SMG –
Ah pois, peço desculpa, pensei que… Prossigamos!

SMG – Parece que um amigo seu também foi constituído arguido por ter ordenado as agressões ao antigo vereador da Câmara de Gondomar…
VP –
Oh, isso é dor de bexiga! Ops, peço desculpa, é dor de cotovelo! Sou bonito, famoso, apareço na televisão, tenho um filho que canta muito bem… E muitos têm inveja.

SMG – Há quem diga que o seu filho deveria ser BANido do mundo da música. Outros dizem, ainda, que deveria ser banido do mundo desportivo. Mas isso são contas de outro rosário. Por falar em rosário, prefere o rosário das rosas ou o rosário religioso?
VP –
Posso usar o trunfo de 50%? Ora bem… Nunca gostei muito de rosas. Mas agora parece que vem aí uma nova vaga de religião. E parece que vai entrar pela Porta(s) principal. Temos é de manter as janelas bem abertas para circular o ar.

SMG – Algo em que estamos de acordo… Uma última pergunta, há quem diga que o equipamento do Boavista vai deixar de ser axadrezado para ter com umas listas verticais. Confirma?
VP –
O Boavista sempre foi axadrezado, mas reconheço que tenho uma certa “queda” para o novo equipamento… Eu e os seus futuros convidados…

Senhora Moura Guedes, está aqui um senhor com um dos nomes igual ao seu que diz que tem de arquivar este caso.
VP –
Finalmente! Estava a ver que não chegavas, pah! É o primeiro Moura, perdão, Mouro em que se pode confiar…

SMG – Senhor major, senhor major?

sexta-feira, março 09, 2007

OPA morre por falta de assistência

O hipnótico ruído da ambulância é cada vez mais audível. Encostados à porta de entrada, observamos com atenção e incredulidade os movimentos apressados dos homens de branco que saem da carrinha. A maca, muitas vezes vazia, transporta um corpo difícil de identificar. Os 12 meses de viagem foram uma eternidade na curta vida do doente.

Diário de Fictícias – Boa noite, senhor doutor. Qual é a primeira avaliação que faz deste paciente?
Médico –
Para já não posso fazer nenhuma avaliação, uma vez que ainda não entrei ao serviço. Aliás, nem eu nem ninguém. Parece que o hospital se encontra encerrado.

DF – Encerrado? Como assim?
Médico –
Sim, parece que fechou para balanço. Contudo, o equilíbrio não é muito. As portas tiveram que ser trocadas pelas antigas, embora com um new look. Em relação ao paciente, foi sujeito a diversas acções, envolvendo material bélico, essencialmente granadas. Desconfiamos de um senhor perito em actos deste tipo. E, por acaso, tem um apelido que é coincide bastante com o tipo de material utilizado.

DF – O seu corpo encontra-se bastante danificado, presumo…
Médico –
De facto, estou algo debilitado. Estes cigarros matam-me. Espero que não transformem este hospital numa discoteca, caso contrário não poderei cá voltar. Aliás, pouco falta: inúmeras pessoas alteradas física ou psicologicamente, vivendo momentos de euforia e dançando ao som da bela música das ambulâncias. Até tem um consumo mínimo! Só falta mesmo é o segurança a seleccionar os clientes.

DF – Referia-me ao corpo do paciente. Mas o doutor não deveria fumar. Não está a dar um bom exemplo às pessoas.
Médico –
Vou ter de me ausentar. Tenho trabalho a fazer.

DF – Mas o hospital continua fechado…
Médico –
Desculpe, mas o tabaco não provoca apenas as doenças que conhecemos. Há outra que é talvez a mais grave e ninguém trata: a surdez.

DF – Como? Não entendi o que disse…
Médico –
Vê?! Você não fuma (nunca vi um jornal a fumar) e é afectado pelo tabaco da mesma forma que eu. Talvez seja por isso que foi criada esta nova lei.

DF – E o paciente? Ainda há esperança?
Médico –
Sinceramente ainda não temos a certeza. Para já, será enviado para aquele compartimento frio, onde será examinado por vários colegas. Mas, como vivemos num mundo de constantes mudanças, pode ser que amanhã volte ao mundo dos vivos.